PLASTICKY


Casa de Criadores ::
4 de junho de 2008, 5:44 PM
Filed under: All Posts

Mal o inverno começou e a temporada de desfiles para o verão 2009 já começou. E começou com muitas cores, desfiles performáticos e tudo que bons desfiles de moda têm direito. Também é preciso observar que a Casa de Criadores é um evento para novos criadores, novas marcas, então… Os desfiles nem sempre serão maravilhosos, se é que vocês me entendem.
Sinto também que não sou a pessoa mais apropriada pra “julgar” de qualquer forma os desfiles, então estou contando com a ajuda de opiniões de outros sites especializados. Agora vamos ao que interessa:

Diva.

Com referências bem misturadas, o desfile da Diva confirmou que a estilista Andréa Ribeiro realmente tem uma queda por exagero. Agente repara isso bem no chapéu com laço enorme junto. Não dá pra negar que houve boas idéias como lencinho amarrado na cabeça e o desfile brocado creme. Mas, o desfile não tem muita conexão, em minha opinião, quando você olha os looks separadamente parece que não pertencem à mesma coleção, há não ser pelos sapatos.

Gustavo Silvestre.

Apesar dos primeiros looks parecerem ter sido feitos com a mesma estampa (que foram inspiradas em carrocerias de caminhão!!!), houve propostas muito boas. O que eu mais gostei é que ele deu um clima bem étnico e os looks ficaram super chics mesmo assim. O vestido metalizado da quarta imagem, sem dúvidas, é o meu preferido do desfile. As peças transmitiram sensação de exclusividade, o que resulta em um ótimo resultado.

Rober Dognani.

A Casa de criadores tem declarado já faz um tempo que o intuito do evento é realmente vender, e parece que Rober Dognani tem cumprido seu papel, apresentando boas peças comerciais. Apesar disso, o estilista não esconde que nas passarelas, seu coração bate forte mesmo é pela moda de festa. Ele realmente é ousado, e parece ter uma dose de John Galliano, às vezes. A idéia dos sapatos combinando com o vestido, por incrível que pareça, também funcionou. Fora que os recortes e os volumes que ele criou ficaram bem legais combinados à variada cartela de cores.

Walério Araújo.

O desfile começou só com vestidos longos (na imagem eu só coloquei as versões curtas dos mesmos modelos do inicio) e foi bem performático, características bem visíveis do estilista Walério Araújo que parece ser bem excêntrico. Sei lá, às vezes parece que ele é mais design de desfiles de carnaval, do que de moda apropriadamente, a extravagância dele é bem diferente do requinte detalhista de desfiles como da Dior ou de Lacroix. São boas peças apresentadas, mas, vou ter que falar o que eu não gostei, tipo, os sapatos rosas, eles quebram totalmente o espírito das peças. E tem detalhes também que acabam denunciando pequenos erros, por exemplo, o laço caído e frouxo do 2° look, que quebrou totalmente o equilíbrio do look, ele deveria ter modelagem durinha pra ficar legal. Bom, mas, teve a Claudia Leite desfilando também, não curto muito artistas na passarela, mas, acho que é uma boa estratégia de marketing. O que foi bom mesmo na coleção foram os chapéus, que mesmo sendo hit internacional, é mega lindo e super conceitual.

Gêmeas.

Singelo e Intelectual, essas duas palavras pra mim, definem o desfile das gêmeas (de verdade!) da marca Gêmeas.Disseram que elas iam fazer o desfile ao ar livre, mas, que não deu certo porque estava chovendo, e aí elas mudaram de lugar rapidinho as coisas e num minuto todo mundo esqueceu o que havia acontecido. Acho que todo mundo achou fofo a idéia das modelos entrarem e sentarem nas cadeirinhas e começarem a ler, parece que as estilistas deixaram mesmo pra trás o ar rock-and-roll de suas coleções passadas. As roupas do desfile foram super bem feitas, e a minha peça preferida foi o vestido preto com bordas metalizadas (sexy neah??!). Ah, detalhe: No final do desfile as modelos destribuiram poesias para os convidados, very cult.

Ianire Soraluze.

A estilista que já trabalhou muito com figurinos traz uma imagem bem leve para a passarela. Espanhola, Ianire contou que nunca fez uma coleção de verão, e que se sente super apreensiva em estar apresentando essa coleção no Brasil. Palhaços e uma música espanhola clássica deram ponto de partida para referências. O resultado é ótimo, um romântico azedinho que não tem nada de literal, já que agente não vê palhacinhas na passarela, mas, muitas referências legais. Adoro o matelassê em jeans e a modelagem bem feita da saia bege do quarto look. Pra mim, Ianire fez o desfile mais equilibrado do evento e foi o que mais gostei também.

É bem difícil ficar falando de outros estilistas, já que quero ser uma, mas, acho que criticar também é importante às vezes, querendo ou não com esse tipo de avaliação vou definindo pra mim mesmo o que quero ser como estilista, o que não vou e o que vou querer pôr na passarela.
Espero que tenham gostado, e se preparem porque a temporada de desfiles começou a todo vapor, próximo post já tem Fashion Rio e logo em seguida vem São Paulo Fashion Week.

Cheerio!

Anúncios

2 Comentários so far
Deixe um comentário

ameeei essa “matéria” super exclarecedora!

Comentário por Andreza Natália

você pode fazer melhor

Comentário por drielle ketlyn




Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: